GUIAS E COLARES DE CONTAS

As Guias (colares) Os colares usados na Umbanda são pólos de irradiação, pára-raios, defesa, patuás, bentinhos, terços ou qualquer nome que queira dar, conforme crença, região ou língua.

Usa-se metal apenas quando o Guia Espiritual ou Orixá pede. Usam-se peles, partes de animais (dentes, guizos, unhas, etc) sempre em harmonia com a entidade a quem se oferta a guia. Dá-se preferencia a cordão de algodão (barbante cru) encerados (Fio de nylon somente em último caso) As contas, sementes e outras peças devem formar múltiplos de 3, 7 ou 9. Todo material pronto (Guia já fechada) deve ficar no mínimo 7 dias cruzando no Congar.

O cruzamento é feito pelo chefe do Terreiro (Mãe/Pai de santo) ou pelos Guias Espirituais. Para montar uma guia, deve-se montar tranquilo, sem agitação externa. Lembre-se que cada peça da guia (contas, cristais, concha, semente.. etc) vai ter uma oração dirigida a ela. Essas orações dadas pelos guias são para proteção, defesa, e aumentar a vibração do médium que a usa

A guia é uma peça benta com força e irradiação para nos proteger e aumentar nossa força, nossa vibração. Toda guia deve ser cruzada (benzida) pelo chefe de terreiro, seja pela Mãe/Pai de Santo ou pelos Guias Espirituais Chefes de seu terreiro


http://www.orkut.com.br/Main#Community?cmm=93674135